e1377363f27e0d38af6ee95bbdc0030ad0f4878c
  • Madtech

O excesso de lixo nas ruas de Belém


Belém está entre as 10 piores cidades no Índice de Sustentabilidade da Limpeza Urbana (ISLU) –


A questão do excesso de lixo na cidade de Belém vem se tornando cada vez mais presente na vida dos cidadãos. E é possível entender essa situação mais de perto se analisarmos o ISLU – Índice de Sustentabilidade da Limpeza Urbana -, que foi criado em 2016 pelo Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana (Selurb) e pela Pwc, com o objetivo principal de medir a aderência dos municípios em relação ao cumprimento das metas e diretrizes estabelecidas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).


Em outras palavras, ele serve como um termômetro para avaliar o quanto os municípios destinam recursos para sua gestão de resíduos sólidos.


A edição de 2017 demonstra que dos 5.568 municípios brasileiros, 3.326 ainda descartam seus resíduos incorretamente e, por ano, 41,3% dos 79 milhões de toneladas de resíduos produzidos vão para vazadouros a céu aberto.


Cada cidade é avaliada em quatro dimensões, que juntas, compõem a nota geral de um município. São elas: engajamento (dimensão E), sustentabilidade financeira (dimensão S), impacto ambiental(dimensão I) e recuperação de recursos coletados (dimensão R). Por fim, a média das quatro dimensões nos trazem um resultado final, que vai de 0 a 1. Quanto mais próximo de 1, maior é a aderência do município à PNRS.


Na mais recente edição do índice, a cidade de Belém, do Pará, apresenta os seguintes números:




Se formos interpretar esses dados, é possível ver que a população atendida pela coleta municipal e a questão da arrecadação especifica para despesas com o serviço (dimensões E e S) apresentam uma boa média, em contrapartida, a quantidade de resíduos dispostos inadequadamente e a quantidade de material reciclável recuperado (dimensões R e I) estão realmente muito abaixo do que deveriam estar. Em todo o caso, a nota da cidade no ISLU 2017 foi de 0,484, menos da metade do que o valor que um município deveria apresentar para corresponder as exigências da Política Nacional de Resíduos Sólidos.


Os municípios da região Norte do Brasil ocupam as 20 piores posições no ranking entre as cidades com mais de 250 mil habitantes. Para ser mais exato, Belém é a cidade em primeiro lugar entre as 10 piores cidades:



No começo do ano, a Prefeitura Municipal de Belém reconheceu que a coleta de lixo não estava sendo feita em diversos bairros da cidade, o que coloca em cheque a questão de resíduos sólidos no nosso município . Não deveria ser comum que as pessoas convivessem “em harmonia” com tanto lixo assim ao redor, não é mesmo?


Portanto, diante desta problemática a meta da nossa startup Madtech é amenizar os impactos ambientais do acúmulo de resíduos sólidos na cidade de Belém, transformando-os em produtos de alto valor agregado. Além de trazemos ao mercado um substituto inovador da madeira extrativa tradicional.



Fonte: Adaptado de Movimento Lixo Cidadão

Foto: Jeová Barros/Facebook

56 visualizações

© 2018 Madtech